Grupo protesta contra Copa 2014 no Centro de SP

Enquanto a Fifa realizava, na tarde do último sábado na cidade de São Paulo, o sorteio dos times que se enfrentarão na Copa das Confederações de 2013, centenas de manifestantes se reuniram no centro da cidade para uma marcha promovida pelo Comitê Popular da Copa. A mobilização, intitulada ‘Copa pra Quem?’, partiu da estação da Luz em direção ao Anhembi, local do sorteio.

A marcha reuniu cerca de 30 movimentos sociais e instituições, que discutem a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, e os impactos de sua realização na sociedade e nas comunidades mais carentes.

Acompanhado de carro de som, o grupo chegou a fechar por completo a avenida Tiradentes no início da tarde. Durante o protesto foram feitas encenações representando os recorrentes incêndios “suspeitos” nas favelas, músicas, e discursos de representantes de grupos sociais. Os números da organização divergem com os da Polícia Militar. De acordo com a PM, cerca de 500 pessoas participaram da mobilização, número que sobe para 2 mil segundo contagem dos organizadores.





Segundo Roberval Freire, coordenador da Pastoral dos Migrantes, que integra o Comitê, entre as principais críticas à organização da Copa estão o despejo de famílias em razão de obras viárias, as “políticas de higienização” em áreas próximas aos estádios, a elitização do evento em razão do alto valor dos ingressos, e o grande volume de dinheiro público destinado à Copa, em detrimento de áreas como Educação, Moradia, Saúde ou Transporte.

Em frente ao Anhembi, a ONG Rio da Paz também aproveitou o sorteio da Copa das Confederações, e realizou um protesto contra a violência no País. De modo pacífico, o grupo pediu providências das autoridades para a redução do número de homicídios no Brasil.

Fonte: Portal Terra





Deixe seu comentário