Incêndio atinge favela no centro de São Paulo

Um incêndio de grande porte em um galpão abandonado no guia centro de São Paulo, atingiu centenas barracos da Favela do Moinho. Moradores de rua que estavam no galpão foram resgatados com o uso do helicóptero Águia da PM. O fogo, que teve início às 10h30, foi controlado por volta das 12h50. Uma hora depois, os bombeiros confirmaram a morte de uma vítima. O corpo, ainda não identificado, foi encontrado carbonizado.

Na comunidade do Moinho há 1.656 moradores e 532 barracos. É o que revela o Censo Demográfico – Aglomerados Subnormais de 2010, divulgado na quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ao todo, 37 viaturas foram deslocadas para a rua Dr. Elias Chaves, altura do número 20. Segundo os bombeiros, 120 homens participaram no combate às chamas. Até o momento, há informação de um morto e três pessoas feridas. Uma vítima foi encaminhada ao pronto-socorro do Tatuapé com o punho fraturado e queimaduras. Outras duas apresentaram sinais de intoxicação e foram levadas para a Santa Casa.

Trânsito e trens





O trânsito e o funcionamento da linha férra da Companhia Paulista de Trens Metrpolitanos (CPTM) são afetados com o incêndio. A fumaça é densa no local. Bombeiros contam com a apoio das viaturas da Polícia Militar, Defesa Civil, Eletropaulo e Companhia de Engenharia e Tráfego (CET).Segundo o órgão de trânsito, há lentidão no viaduto Engenheiro Orlando Morgel com rua do Bosque, devido curiosidade dos motoristas que reduzem a velocidade.

Até o momento, os seguintes trechos foram interditados: avenida Rio Branco com rua Ribeiro da Silva; rua Ribeiro da Silva com Barão de Piracicaba; rua Barão de Piracicaba com Dino Bueno. Asugestão do órgão de trânsito é que o motorista evite a região. Desvios podem ser realizados pela av. Rio Branco e alameda Nothmann.

O local do incêndio fica ao lado de uma linha de trens da CPTM. Para a segurança dos passageiros, a circulação foi interrompida em duas linhas: na 7-Rubi entre as estações Luz e Barra Funda e na 8-Diamante entre as estações Barra Funda e Julio Prestes. A alternativa para os usuários que precisam acessar a região é pelo Metrô nas integrações gratuitas das estações Palmeiras-Barra Funda e Luz. Os usuários estão sendo informados pelo sistema de som dos trens e estações.

Fonte: Portal Ig





Deixe seu comentário